20/05/2016

Saiba quais são as competências primordiais para motivar a equipe e gerar resultados positivos.

Mulher _reuniao

Gerenciar pessoas é uma das funções mais complicadas em uma empresa e talvez uma das mais importantes para o sucesso da mesma. Manter a equipe motivada e alinhada com as expectativas e metas são os principais desafios dos líderes. Em momentos de incertezas, ter alguém que assuma a dianteira, conduza os processos com tranquilidade e incentive a equipe a pegar junto é fundamental. Este é o papel do líder.

A professora do curso Técnicas em Liderança do Senac, Simone Duarte, explica que há uma diferença entre o que se conhecia como chefe e o líder. “Estamos em outra época, em que não basta determinar tarefas para os funcionários e cobrar que sejam feitas, é preciso saber dialogar, entender os seus anseios e encarar as relações de maneira mais humana, pois do outro lado existe uma pessoa com seus objetivos, anseios e limitações. O líder é quem ajuda a focar, direcionar e tomar decisões para manter o ambiente de trabalho saudável e, para isso, é fundamental possuir disciplina emocional”, afirma. Essa pessoa faz as mesmas funções que os chefes fazem (administrativamente, estrategicamente), mas são basicamente gestores de pessoas. “O líder não pode cometer o erro de não saber que ele é um líder, que é um gestor de pessoas, pois quando esquece isso vira chefe”, destaca Simone.

A professora acredita que, embora algumas pessoas nasçam com propensão para a função, é possível trabalhar questões comportamentais para desenvolver habilidades fundamentais para quem ocupa posições de liderança. “Até pessoas tímidas podem desenvolver as habilidades quando querem realmente. No curso que oferecemos, é possível ver se este é realmente o caminho que a pessoa deseja seguir e oferecemos ferramentas para que atinja seu objetivo”, afirma.


Tendência é de humanização das relações

Simone acredita que a humanização nas relações entre empresas e funcionários é uma tendência cada vez mais forte. “Há toda uma busca por um futuro mais saudável e isso passa pelas relações trabalhistas. Muitas questões relacionadas ao estresse no ambiente de trabalho podem ser reduzidas com a presença de um líder”. Para tanto, é preciso que ele saiba que está em uma posição hierárquica superior, mas que também é humano, então tem muito a aprender.

A professora defende que um funcionário satisfeito rende mais e que quanto mais autonomia ele tiver para realizar suas funções, melhor para a empresa. “O líder deve sempre utilizar uma comunicação clara e objetiva, tem que saber ler o ambiente e as pessoas na hora da tomada de decisões”, destaca a professora.


Técnicas de liderança

O Senac oferece mais de 80 cursos livres de curta duração a distância (EAD), sendo 29 deles pela WebTV, através de videoaulas. Entre os títulos oferecidos está o curso de Técnicas de Liderança, que possui carga horária de 20h e oferece informações e dicas para as pessoas que desejam exercer função de líderes dentro das empresas e organizações em qualquer setor e área de atuação. “O material didático desse curso é muito bom, conciso e profundo, traz o aluno para a realidade e faz pensar”, explica Simone.