25/10/2017

Senac EAD participa da cerimônia de abertura do Ciaed 2017

Liza Patrícia de Souza fala na abertura do congresso ao lado de Frederic Litto, presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed)

Para compartilhar experiências, mapear tendências e refletir sobre os caminhos da EAD, centenas de profissionais da área se reuniram no 23º Congresso Internacional Abed de Educação a Distância, realizado de 17 a 21 de setembro em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Com o tema Metodologias Ativas e Tecnologias Aplicadas à Educação, o principal evento relacionado ao setor no Brasil foi composto por dezenas de palestras, mesas-redondas, apresentações de trabalhos e pesquisas, além de minicursos. O congresso ainda reuniu diversos palestrantes internacionais, que traçaram um panorama das ações desenvolvidas no exterior em relação à educação a distância.

"Nosso papel é fomentar a criatividade, gerando inovações para as dificuldades e proporcionando uma educação que forme indivíduos autônomos e conscientes", afirma Liza Patrícia de Souza, gestora de cursos livres do Senac EAD, na cerimônia de abertura do evento. "É fundamental proporcionar o protagonismo dos alunos nas salas de aula virtuais com abordagens que os estimulem a assumir uma postura ativa e crítica em seu processo de aprendizagem", completa.

  Estande Senac EAD no Ciaed 2017
  Estande contou com intervenções de design thinking

Correalizador do congresso, o Senac EAD esteve presente com uma programação intensa. Ao todo, foram 22 atividades com cerca de 30 profissionais da instituição, que abordaram questões como a usabilidade na produção de conteúdo, learning analytics em novos modelos de avaliação, interatividade e conectividade em ambiente virtual, o impacto das novas gerações nas estratégias educacionais, entre outros.

"Senti muita identificação com as palestras promovidas pelo Senac, já que foram realmente voltadas para o mercado de trabalho", afirma Rachel Cavalcanti, que atua com educação a distância para servidores da Justiça Federal do Rio de Janeiro, após acompanhar a mesa Formação Continuada em EAD. "Ainda estou refletindo sobre tudo que tenho aprendido aqui. A ideia é voltar, organizar as ideias e discutir com a equipe o que podemos aplicar a nossa realidade", diz.

Um minicurso sobre pensamento visual também mexeu com os participantes. A atividade, realizada em duas manhãs, foi comandada por Gustavo Correa Kitagawa e Valdemir Nunes da Costa, que atuam com a produção de recursos didáticos digitais no Senac EAD.

Nela, os participantes puderam exercitar a criatividade e explorar técnicas que auxiliam no processo de organização e comunicação de ideias, assim como planejamento e concretização de projetos pessoais e profissionais.

  Minicurso Senac EAD Ciaed 2017
  Valdemir Nunes da Costa comanda minicurso no Ciaed

"Adoro desenhar, mas tenho a sensação de que não tenho esse dom. O meu ganho principal com essa experiência é o desbloqueio de perceber que posso não ser um artista, mas que posso sim comunicar algo por meio dos desenhos, além da relação construída com os colegas e com os professores. Tudo isso vai na minha bagagem de volta para a Bahia", afirma Thiago Moraes, que atua no Tribunal Regional Eleitoral baiano, na escola de formação e aperfeiçoamento de servidores.

A participação de Thiago no minicurso marcou um reencontro para o profissional. "Fiz uma pós-graduação a distância no Senac em 2009 e, desde então, gosto muito do trabalho da instituição. O interesse pelo tema e a credibilidade do Senac me estimularam a fazer esse minicurso", diz.

Outro destaque do evento foi o estande criado pelo Senac EAD, que contou com a intervenção criativa de quatro profissionais de design thinking. O grupo compartilhou as principais ideias abordadas ao longo do congresso nas paredes do local, atraindo a atenção do público presente.

"Foi uma semana intensa, de muito compartilhamento e inspiração. O espaço é de troca, contribuindo e colhendo muitas ideias, revendo ações e metodologias. A ideia é levar isso para dentro de casa e fazer uma depuração dessas informações, melhorando nossos processos. Ou seja, o que já tem uma qualidade elevada fica ainda melhor. Esse é nosso grande mote na educação a distância. E há um reconhecimento muito grande do Senac nessa modalidade pelo tempo de atuação, pela organização e pela qualidade dos serviços", afirma Sidinei Rossi, gestor de cursos técnicos do Senac EAD.

Premiação dupla
O Senac EAD ainda foi duplamente premiado no congresso. O material desenvolvido para o curso Técnico em Design de Interiores conquistou o segundo lugar na categoria Material Didático On-line no Prêmio Abed Belas Artes Design para EAD 2017, que destaca a inovação em estética e design de interfaces gráficas para ambientes de aprendizagem e material didático em educação a distância.   

A instituição também foi destaque no Prêmio Abed de Pesquisa e Inovação em Educação a Distância 2017 com projeto sobre a metodologia usada no programa Aprendizagem, no qual jovens de 14 a 24 anos frequentam e dividem seu tempo entre o ensino regular, curso de qualificação profissional e prática profissional da empresa.

Segundo lugar na categoria Experiência Inovadora, o projeto compartilhou a metodologia utilizada no curso de Aprendizagem Profissional Comercial em Serviços de Supermercado a distância. Esse modelo articula conhecimentos, habilidades, atitudes e valores, colocando o aluno como protagonista de seu aprendizado.

Confira o portfólio completo de cursos oferecidos pelo Senac EAD.

Leia também:

Senac recebe premiação dupla em congresso internacional sobre EAD

Confira 5 habilidades essenciais para professores de EAD

Flexibilidade, diploma, networking: desconstrua 4 mitos sobre EAD